Uma mãe deixou uma luva sobre seu bebê prematuro. No dia seguinte, as enfermeiras ficaram chocadas!

Uma mulher do Texas teve um bebê prematuro devido a pré-eclampsia grave, bem como pressão alta, edema e outras condições que danificaram seriamente sua gravidez. Por causa disso, seu bebê veio ao mundo 12 semanas antes do esperado. Felizmente, seu nascimento foi possível, pesando menos de 1kg e ficando mais de 140 dias na UTIN (Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais).

A mãe cuidou dele durante todo o dia, fazendo com que ele sentisse o calor dela, no entanto, ela odiava ter que se separar dele á noite, já que o Hospital havia proibido estritamente que alguém ficasse na UTIN no período noturno, apenas as enfermeiras de plantão podiam ter acesso para cuidar de quaisquer complicações que poderiam surgir.

A mulher é doutora em ergonomia e fatores humanos e passou o dia e a noite pensando em algo para fazer com que seu filho a sentisse por perto. Finalmente, ela optou pela brilhante ideia de preencher uma luva de látex com sementes (luvas que são usadas para jardinagem ou lavagem) e colocá-la de lado para o bebê durante as noites em que ele estivesse hospitalizado e sozinho, sentisse que alguém estava presente.

A mãe do bebê abraçou a luva constantemente para que fosse impregnada com seu aroma e o bebê pudesse perceber sua presença.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *