Todas essas doenças são causadas pelo forno de micro-ondas, e você provavelmente não sabe porque nunca lhe informaram!

Durante a Segunda Guerra Mundial, dois cientistas inventaram um tubo que produzia micro-ondas chamado de magnetron.
Com o uso do magnetron pelo sistema de radar da Grã-Bretanha, as micro-ondas foram capazes de ajudar a encontrar aviões de guerra nazistas.

Por acidente, Percy LeBaron Spencer, do Raytheon Company, vários anos mais tarde, descobriu que as micro-ondas também cozinhavam alimentos.

Ele descobriu que as ondas de radar tinham derretido a barra de chocolate em seu bolso. O primeiro forno de micro-ondas a ser vendido no mercado, chamado de Radar Range (Alcance do Radar), era tão grande e pesado como um frigorífico. O aparelho evoluiu muito em aparência mas a tecnologia é a mesma: o uso das micro-ondas para aquecer, assar e cozinhar alimentos.

O problema é que micro-ondas não são para ser usadas em alimentos e em nenhum tecido vegetal ou animal.
Dentro de seu micro-ondas há 2,45 bilhões de hertz. O risco direto para o consumidor, quando o aparelho é novo, não existe muito, pois a vedação dele garante a proteção contra o vazamento de radiação.

No entanto, à medida que o aparelho vai envelhecendo, o vazamento de radiação pela porta vai aumentando.
A quantidade de frequência para prejudicar o corpo humano é de 10 hertz. Portanto, seja cauteloso e nunca fique perto de um micro-ondas em funcionamento. Você não vai saber se o seu corpo está sendo prejudicado pelo vazamento até que o dano esteja feito.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *