Segundo Sol: Severo se humilha para Roberval e implora o amor do filho

Severo (Odilon Wagner), finalmente, vai se humilhar e implorar o perdão do filho bastardo, Roberval (Fabrício Boliveira), em Segundo Sol.

No momento em que a família é mantida como refém dos bandidos durante o assalto. Enquanto a família Athayde está sofrendo nas mãos dos perigosos assaltantes, eles se reconciliarão.

Na sequência, um dos bandidos descobre que o rapaz é filho do ex-milionário e, por isso, manda filho dar cabo do próprio pai:

“Você que merece ter o prazer de acabar de vez com esse infeliz que ferrou com você!”. Roberval então aponta a arma para o pai, mas não tem coragem de apertar o gatilho

“Eu não sou um homem mau”, dispara o filho de Zefa (Claudia Di Moura), que é amarrado novamente e Severo o surpreende ao dizer:

“Eu nunca fui um pai pra você. Nem um bom homem, que Zefa sempre mereceu ter. Eu sou um péssimo espécime de gente, egoísta, imoral, corrupto”.

“Eu fiz o mal pra essa família, pros meus funcionários que ficaram sem emprego, pros clientes da minha construtora que compraram apartamentos que foram interditados e ficaram desabrigados.

Eu reconheço. Você devia ter vergonha de carregar meu sangue dentro de você, Roberval, os bandidos têm razão, eu sou um ratazana de esgoto“, dispara.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *