Saiba se você tem intolerância ao glúten – Fique atento a esses 10 sinais

O glúten está presente em massas como o pão, o macarrão, o bolo e a bolacha, mas não é um carboidrato, e sim uma proteína.

Na verdade, um conjunto delas. O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas: a gliadina e a glutenina, encontradas dentro de grãos de trigo, cevada e centeio – mais precisamente no endosperma, a reserva nutritiva do embrião da planta

O glúten faz parte do nosso dia a dia.

São pães, bolos, pizzas, macarrão, biscoitos, bolachas, enfim, uma grande variedade de produtos com glúten. Naturalmente, os alimentos com glúten só podem estar entre os mais consumidos em todo o mundo.

Mas o pior é que comemos sem prestar atenção aos sintomas que se sucedem depois de consumir essa substância. Por isso muitos adultos são alérgicos ou intolerantes ao glúten e desconhecem.

O que não é à toa, pois os sintomas de alergia ou de intolerância ao glúten são muito diversificados. E geralmente esses sintomas são interpretados como sinais de outras doenças, levando a erros de diagnóstico.

Observe, porém, que alguns dos sinais de alergia ou intolerância ao glúten são bem comuns, ou seja, costumam aparecer na maioria das pessoas que têm problemas com essa substância.

E, se tiver dois ou mais desses sinais, é bom investigar junto ao seu médico, pois você provavelmente é alérgico ou intolerante ao glúten.

Aqui estão os dez mais comuns:

1. Digestão lenta ou indigestão

Um dos principais sintomas da alergia ou intolerância ao glúten são problemas digestivos.

Entre eles, intestino irritável, dor de estômago, inchaço e gases.

Isso simplesmente ocorre porque, quando o corpo não pode digerir o glúten, a substância provoca vários problemas no sistema digestivo.

2. Dor de cabeça

Outro sinal de uma possível alergia ou intolerância ao glúten são dores de cabeça crônicas, que podem variar de leves a enxaquecas fortes.

Neste caso, a dor ocorre com mais frequência do que o habitual e, especialmente, depois de consumir qualquer alimento com glúten.

Clique na seta amarela abaixo para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *