Pais que têm filha menina gastam 30% mais dinheiro do que se tivessem menino

Uma pesquisa da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros) revelou que as filhas podem dar até 30% mais gastos aos pais do que os meninos.

O grande influenciador dessa diferença, segundo as grandes empresas, são a cultura da menina ser a princesinha, já que as meninas acabam tendo mais gastos com cabelos e unhas, roupas, acessórios e itens de beleza.

A pouco tempo estamos vendo uma pequena mudança, direcionada ao público masculino com a estética.

Reinaldo Domingos, presidente da Abefin, no levantamento realizado nos últimos anos com 15 mil pais de crianças entre 7 e 12 anos.

Mostrou que há muito mais opções de produtos voltados ao público feminino, como cadernos e outros itens escolares.

Há infinitas opções a mais para as meninas do que para os meninos, em quase todos os itens.

Com o advento da internet com qualquer idade as meninas se interessam de uma hora para outra em se arrumar mais, porém é na adolescência que tudo muda.

E seus olhares que antes para bonecas que ocupavam bastante espaço, agora são os produtos de beleza e maquiagens, pincéis, shampoos, cremes, batons, sombras e perfumes, roupas, sapatos e cores de cabelo.

Especialistas destacam, inclusive, que muitos destes produtos, como roupas e brinquedos destinados às princesas são mais caros do que os direcionados aos garotos.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *