Pai manda filho para escola com microfone escondido e não acredita quando ouve gravação

Ninguém conhece seus próprios filhos melhor do que os pais.

É por isso que pode ser bastante preocupante quando, de repente, começa a perceber coisas sobre ele que não soam muito bem.

Esta é uma história de alguns anos atrás, mas sentimos que é um assunto importante que precisa ser abordado.

Foi uma situação em que às vezes você deve confiar em sua intuição… assim como seu filho.

Akian, de 10 anos de idade, filho de Stuart Chaifetz, tem autismo e era um aluno em uma escola onde ele deveria receber a ajuda que precisava – supostamente.

Após cerca de um ano, Stuart começou a perceber que o comportamento do filho mudara. Ele não era mais o menino feliz e calmo que costumava ser.

Stuart suspeitou de que algo não estava certo.
A escola também começou a enviar recados para casa alegando que Akian estava mal-humorado e agressivo – um lado de Akian que Stuart nunca tinha visto.

Stuart procurou um terapeuta comportamental para uma avaliação. Ele queria descobrir o que estava por trás da mudança súbita de seu filho.

Mas, infelizmente, ele não obteve respostas às suas perguntas e o filho parecia estar piorando.

Então ele pensou que poderia haver alguém ou algo na escola que fazia seu filho se comportar desse jeito súbito e estranho.

Stuart entendeu que ele tinha que tomar medidas próprias, se queria descobrir o que realmente estava acontecendo, segundo disse o Huffington Post

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *