O poder da bondade: ser gentil pode aumentar sua felicidade

“Nenhum ato de bondade, por menor que seja, é desperdiçado” – Esopo

A bondade é uma escolha —

Uma escolha que todos podemos incorporar imediatamente em nosso cotidiano; os benefícios podem ser realmente surpreendentes.

Você já deve saber:

Ser gentil pode aumentar significativamente a felicidade e também tem o potencial de transformar positivamente nosso bem-estar;

Satisfação com a vida e até mesmo quanto tempo vivemos.

Embora existam dias importantes ao longo do ano que encorajam o ato de doar, por exemplo:

o Dia da Doação, Dia Mundial da Bondade e Dia de Ação de Graças, há muitas pesquisas sugerindo que ser gentil com os outros é –

Algo que todos devemos praticar diariamente.

Ao fazê-lo, colheremos inúmeros benefícios que afetarão não apenas nossas próprias vidas, mas também as vidas de outras pessoas.

 

 

Aqui está o que a ciência nos diz:

O poder da bondade

Ser gentil nos faz mais felizes

É muito bom doar.

Há pesquisas científicas que provam que quando somos gentis com os outros, somos recompensados ​​com doses de dopamina;

O neuroquímico encontrado no cérebro que está ligado ao prazer e à recompensa.

Quando a dopamina é produzida, experimentamos uma grande onda de sentimentos positivos que muitas vezes imitam os de um “barato” de morfina.

No reino da doação, isso é muitas vezes referido como o “barato do ajudante”.

A bondade melhora nossa saúde

Em seu livro “Why Good Things Happen to Good People”, Stephen Post escreve:

“O resultado notável da ciência do amor é que a doação protege a saúde em geral duas vezes mais do que a aspirina protege contra doenças cardíacas”.

Isso por si só é incrível!

A pesquisa descobriu que aqueles que regularmente praticam a bondade relatam pressão arterial mais baixa e diminuição do estresse

— embora seja importante notar que ser gentil não significa que deixamos de ter momentos estressantes.

Infelizmente, essas coisas fazem parte da vida.

Porém, os pesquisadores descobriram que aqueles que regularmente praticam a bondade relatam níveis mais baixos de cortisol;

(também conhecido como hormônio do estresse).

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *