Mulher que resgatou motorista em queda de avião tem doença rara

Leilane Rafael da Silva, 28 anos, mãe de três filhos, tem uma anomalia vascular cerebral e precisa de uma operação na rede pública de saúde. A mulher que foi filmada tentando resgatar o motorista da carreta que se envolveu na queda do helicóptero que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci na segunda-feira (12).

Na rodovia Anhanguera, próximo a São Paulo, revelou em entrevista a Record TV que possui uma doença grave e rara.

Leilane Rafael da Silva, 28 anos, mãe de três filhos, tem uma anomalia vascular cerebral que foi diagnosticada em novembro de 2018.

A Malformação Arteriovenosa, também conhecida como MAV, é uma doença que afeta as conexões entre veias e artérias, sem a presença de um sistema capilar, e que atinge o sistema nervoso central.

Leilane explica que inicialmente os médicos acharam que seu problema era um tumor inoperável. “Eu estava em casa com meus filhos quando me senti mal e procurei um hospital”, conta. Segundo ela, o médico afirmou que os sintomas eram por causa da amamentação —Leilane havia tido um filho havia quatro meses.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *