Mulher é expulsa de avião por gritar com mãe e seu bebê

Vamos ver uma triste história de violência verbal que ocorreu dentro de um avião, hoje em dia as pessoas estão cada vez mais violentas e o respeito para com o próximo está cada vez mais difícil de se ver por aí.

Não deixe de acompanhar essa história até o final para entender o que realmente aconteceu, e no final da história poder deixar sua opinião sobre o fato.

Compartilhe também depois com todos os seus amigos e familiares para que eles também possam deixar sua opinião sobre o ocorrido.

Este tipo de história tem sido cada vez mais recorrente na situação atual do mundo e infelizmente em muita das vezes elas terminam em grandes tragédias.

A funcionária pública norte-americana Susan Peirez, de 53 anos, foi retirada de um avião no aeroporto de Nova York depois de gritar com uma mãe, seu bebê e uma comissária.

Segundo os passageiros, ela foi a última a embarcar e, assim que chegou, começou a gritar e xingar por ter sido colocada no fundo do avião. Quando a aeromoça a abordou, Peirez continuou a gritar que não viajaria ao lado de Marissa Rundell, de 19 anos, e seu filho de seis meses. Ela ainda ameaçou a tripulante: “amanhã você não terá mais um emprego”, disse.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *