Menino se aproxima da janela para pedir trocado – olha para dentro do carro e cai em prantos

Infelizmente, algumas pessoas com uma vida mais tranquila vêem os menos privilegiados com desconfiança.

É possível que eles achem, por exemplo, que todos os pedintes são delinquentes ou ladrões preparados para atacar o tempo todo.

Por outro lado, as pessoas que vivem na pobreza são muitas vezes mais generosas e empáticas que outros com vidas mais confortáveis.

Para um exemplo, existe o menino John Thuo.

Ele vive em Nairóbi, no Quênia — como muitas outras crianças pobres, costumava pedir trocados aos motoristas dos carros nos sinais de trânsito.

John Thou costumava passar os dias nas ruas de Nairóbi, no Quênia, pedindo dinheiro. Isso costuma irritar alguns motoristas, que acham que os pedintes são, em sua maioria, ladrões à espreita.

Entretanto, John Thuo provou que não somente não é ladrão, como também um coração de ouro.

Clique na seta amarela abaixo para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *