Homem simples revela ‘face oculta’ de Geraldo Luís: ‘Vai ser punido criminalmente’

O apresentador Geraldo Luís é um dos nomes mais conhecidos da televisão no Brasil.

Conhecido por ajudar muitas pessoas, o comunicador agora está sendo atacado por um ex-motorista da Record TV.

Ismael Oliveira Silva, de 47 anos, já havia virado notícia nessa semana, quando o processo dele contra o apresentador acabou vazando na imprensa.

Agora Ismael dá sua primeira entrevista, na qual explica os motivos pelos quais decidiu processar o comunicador.

Ex-motorista de uma das maiores emissoras do país, Ismael conta que foi demitido do canal, logo após denunciar Geraldo Luís para o setor de Recursos Humanos (RH) da empresa.

De acordo com o homem simples, ele já trabalhava há pelo menos dez anos como motorista da Record, mas chegou ao seu limite com o apresentador.

Ele acusa Geraldo Luís de assédio moral e também racism*, por ter supostamente falado expressões como “neguinho”.

O caso está na justiça trabalhista e Ismael Oliveira Silva diz que o famoso vai ser punido criminalmente pelos atos que cometeu.

“Essa ação não pede dinheiro, não é peculiar. É uma ação criminal. Ele vai ser punido criminalmente, ele não vai ser punido para me pagar alguma coisa.

A Justiça cobra dele pelo ilícito que ele praticou”, relatou. Ismael ainda disse que está com problemas para arrumar novo emprego por conta dessa confusão.

Em nota, Geraldo Luís nega que tenha cometido racism* ou assédio moral contra o ex-motorista da Record.

Amigos do famoso também saíram em defesa dele e dizem que tudo não passou de brincadeiras entre colegas.

Cirilo de Carrossel é demitido pelo SBT e festeja ida para a Record: “Quero fazer novela”

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *