“Fui até o Silvio chorando e implorei para trabalhar”, conta Eliana

Quem a vê dessa maneira, elegante, plena, mãe de 2 filhos, feliz no amor e bem-sucedida na TELEVISÃO e nos negócios não imagina os ‘perrengues’ que Eliana já percorreu nessa vida.

Aos 44 anos, celebrando 30 anos de trajetória, 27 deles como apresentadora, a loira não se esquece dos momentos em que a sua perseverança foi maior que as adversidades.

Eliana não conteve a emoção falando dos 30 anos de trajetória

Em comemoração comemorativa nesta quarta-feira (29), no SBT, Eliana falou do início de trajetória, da transferência de apresentadora infantil para o mundo do recreação, das boas possibilidades e o desenvolvimento profissional que atraiu na RecordTV, e das lutas que travou nesse tempo.

Se emocionou ao agradecer a todos que participaram dessa história.

” Nada caiu no meu colo. Constantemente sempre fui atrás das negócios “, conta ela ao KTV. “Me lembro no momento em que comecei na TV e que de um dia para o outro o meu programa, o ‘Festolândia’, saiu do ar na SBT.

” Eu tinha apenas 17 anos e fui para a saída, com a minha mãe, esperando o Silvio Santos chegar.

Corri atrás dele chorando e ele foi andando, enquanto me ouvia. Silvio queria que eu ficasse em casa, recebendo meu salário por mais um ano.

Eu chorei, implorei para trabalhar, era o eu queria, trabalhar!”, revela Eliana.

Foi aí que SS resolveu então permitir uma pequena ‘ sessão de desenhos’ para Eliana exibir no SBT. ” Nem sequer perspectiva a gente tinha direito “, conta ela, rindo.

Porém a apresentação de desenhos cresceu e Eliana foi na vanguarda, trabalhando ( como ela queria) em uma vida que já soma 3 décadas.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *