Fibromialgia “doença silenciosa” – pouco se sabe a seu respeito, mas um dado de fato é que ela provoca dores no corpo inteiro

Fibromialgia é tida como uma doença silenciosa pela dificuldade em que os médicos possuem em identificar. Ela é a doença da pós-modernidade que esta atingindo milhares de pessoas em todo o mundo, principalmente as mulheres.

Porém suas causas ainda são desconhecidas e os seus sintomas, são apenas suposições.

O que é fibromialgia, quais são as causas e sintomas?

Caracterizadas por dores intensas, principalmente nas articulações. A fibromialgia é uma doença crônica, de difícil diagnóstico e tratamento. As estimativas mais recentes indicam que cerca de 3% da população brasileira sofre com essa síndrome, e em sua grande maioria, as mulheres são as mais afetadas.

O controle da dor, que em muitos casos pode ser bem intensa, é feito basicamente com o uso de remédios. Mas existem outras maneiras de amenizar a fibromialgia. Como a adoção de alguns hábitos diários, é possível que o paciente consiga melhorar sua qualidade de vida e manter suas atividades cotidianas.

Infelizmente, hoje a fibromialgia ainda é uma patologia desconhecida para os médicos. Pois não existem ainda argumentos suficientes para determinar sua origem, sua causa e porque ela atinge o paciente de forma tao feroz.

Supõe-se que as causas estariam diretamente ou indiretamente ligadas ao estado emocional do paciente. Logo, a doença estaria ligada a questão como : a ansiedade, o estresse e a depressão.

Conheça agora 5 dicas para amenizar a fibromialgia

O diagnóstico da doença deve ser feito por um especialista, que irá indicar o tratamento mais adequado, embora não exista ainda uma cura definitiva para esse quadro. Para amenizar a fibromialgia, a pessoa deve, além de cuidar da sua alimentação, colocar em prática as seguintes dicas:

Realizar atividades físicas – embora a dor seja constante, principalmente no começo e no fim do dia, é fundamental que o paciente com fibromialgia mantenha seu corpo em atividade.

Os exercícios físicos devem ser de baixa intensidade, porém constantes, pois eles irão auxiliar na diminuição da dor e também da rigidez das áreas afetadas. As atividades físicas também melhoram o estado psicológico e mental do paciente, auxiliando na diminuição da ansiedade, do estresse e da depressão.

Devidamente orientado por um profissional da área, o paciente pode optar entre as diversas modalidade de exercícios de baixo impacto, como caminhadas, yoga, pilates, hidroginástica ou passeios de bicicleta.

Cuidar da qualidade do sono – uma das principais dicas para amenizar a fibromialgia é estabelecer um conjunto de medidas que garantam a qualidade do sono, mesmo nos dias de dor mais intensa.

Preparar o ambiente de repouso é uma dessas medidas. Deixando o quarto o mais confortável possível, sem a interferência de ruídos e de luminosidade.

Práticas como a meditação e exercícios de respiração auxiliam no relaxamento corporal e são importantes coadjuvantes para que o paciente consiga dormir profundamente.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *