Diabetes: você sabia que o arroz branco faz tão mal quanto refrigerante?

Você costuma fazer aquele prato tradicional com arroz branco, feijão e salada? Bem, essa combinação faz parte do almoço (e às vezes do jantar) de grande parte da população, vegetariana ou não.

Mas um estudo realizado pela Harvard School of Public Health (HSPH) mostrou um alerta para o consumo do arroz branco.

De acordo com Emily Hu e Qi Sun, do Departamento de Nutrição da HSPH, o estudo realizado pela equipe de pesquisadores da qual fazem parte consistiu na revisão de quatro estudos anteriores envolvendo mais de 350 mil

cidadãos japoneses, chineses, norte-americanos e australianos no decorrer de 4 a 22 anos sobre o consumo de arroz branco.

Depois da revisão os resultados concluíram que as pessoas que comiam 3 ou 4 porções de arroz branco por dia tinham 1,5% mais chance de desenvolver diabetes do que as pessoas que comiam uma quantidade menor.

Até aí o número não parece alarmante, mas na verdade é. Quando falamos em porção, o brasileiro normalmente considera aquilo que decide pôr no prato, ou seja, meio prato de arroz.

Portanto, se comer essa quantidade duas vezes ao dia, todos os dias, estará no grupo de risco.

Por que o arroz aumenta o risco de ter diabetes?

O arroz branco é um carboidrato com alto índice de açúcar, ou seja, pode provocar picos de insulina no sangue quando consumido em excesso, fator este que aumenta o risco de diabetes tipo 2.

A insulina é um hormônio liberado pelo pâncreas que tem a função de quebrar o açúcar e transformá-lo em energia.

Mas quando se consome excesso de alimentos ricos em açúcar a insulina acaba não dando conta do recado e deixa passar muito açúcar inteiro que fica pelo sangue sem ser utilizado como energia.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *