Como um elemento da urina mudou o conceito da vida para sempre

Foi derrubada a teoria de que só substâncias orgânicas podiam ser geradas por seres vivos, pelo químico alemão Friedrich Wohler.

No final do século 18, os químicos começaram a compreender que substâncias, materiais ou seres orgânicos no mundo que nos cerca – do ar à água, passando pelos metais, rochas e organismos vivos.

Eles são formados pelos mesmos ingredientes básicos, os elementos químicos.

No começo do século 19, compreenderam que cada elemento é feito por pequenas e indivisíveis partículas chamadas de átomos, e que os compostos eram feitos desses átomos em diferentes disposições e combinações.

Os químicos estudavam os compostos encontrados em seres vivos – animais e plantas – e viam que a maioria continha os mesmos elementos – em particular, carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio.

Ninguém entendia como funcionava a natureza e a crença era de que havia algo único nos organismos vivos, uma misteriosa “força vital” que lhes dava uma habilidade especial para sintetizar químicos.

Primeiro sintético Wöhler criou a primeira substância orgânica feita a partir de componentes inorgânicos e assim foi o primeiro em transformar uma matéria inerte em um produto vivo.

;

história de sua descoberta havia começado alguns anos antes, em 1823, quando o jovem cientista alemão se mudou a Estocolmo, na Suécia, para estudar com o famoso químico sueco Jons Jakob Berzelius.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *