Como evitar prisão de ventre na gravidez de forma natural

Durante o estado gravídico, devido a fatores hormonais e à pressão que o útero exerce no intestino, uma das desordens que mais afeta a futura mãe é a constipação.

A progesterona é o número um responsável pela constipação durante a gravidez. Este hormônio é produzido em grandes quantidades pela placenta.

Sua principal função é inibir as contrações dos músculos lisos das paredes uterinas. Sua ação relaxante das fibras musculares também se estende ao sistema digestivo e, principalmente, ao intestino.

Isso reduz a eficácia do peristaltismo, isto é, as contrações involuntárias do músculo liso intestinal.

Portanto, a constipação pode aparecer nas primeiras semanas, coincidindo com o aumento dos níveis de progesterona.

Outra alteração fisiológica que contribui para acentuar a prisão de ventre é o aumento da capacidade do intestino de absorver água.

O corpo da mulher precisa de uma quantidade maior de líquido e, portanto, retém mais da quantidade que o alimento carrega. Então, as fezes, drenadas de água, endurecem e seu trânsito diminui ainda mais.

Conforme a gravidez progride, fatores de natureza mecânica são adicionados às causas da constipação.

Há a redução da atividade física e do peso do útero, que comprime o trato gastrointestinal, retardando o processo digestivo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *