Cientistas descobrem algo surpreendente: cheirar o pum do parceiro faz bem a saúde e prolonga a vida

Um assunto de natureza primária, comum em todos, ainda é um tabu e poucas pessoas falam por nojo ou vergonha. Sim estamos falando dos gazes.

E uma pesquisa realizada na Universidade de Exeter, na Inglaterra, descobriu descobriu algo surpreendente sobre os puns.

Um dos responsáveis pelo experimento foi o professor Matt Whiteman.

A descoberta do estudo é mesmo surpreendente: ele garante que os gases ajudam a combater doenças e a prolongar a vida de uma pessoa.

Há uma grande correlação entre estar exposto aos puns e um aumento significativo na expectativa de vida das pessoas.

Tem relação também aos efeitos positivos de quem muda de hábito, passando a ter uma dieta equilibrada, a praticar atividades físicas ou abandonar vícios, como cigarro e álcool.

O sulfeto de hidrogênio, é o grande protagonista um dos componentes dos gases intestinais.

Aviso importante: quanto mais o pum for fedido, melhor para a saúde de quem cheira. (Deus me free)

Vamos entender o processo:

Quando as células ficam estressadas por alguma doença, elas produzem uma enzima que gera pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *