Após ter um filho com a amante, Homem registra o bebê como se fosse da esposa e diz ter sido por engano o caso aconteceu em SC. Entenda

Um caso inusitado foi parar no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Um homem teve um filho com a amante, mas acabou, por engano, registrando a criança como se fosse filho da esposa.

A história foi divulgada nesta terça-feira pelo TJSC, mas ocorreu há anos atrás na Serra Catarinense e os detalhes nomes dos envolvidos – está em segredo de justiça.

MP pediu que fosse feito um exame de DNA, mas o Tribunal de Justiça de Santa Catarina considerou a prova desnecessária

Caso foi parar na Justiça. MP pediu que fosse feito exame de DNA, mas TJSC considerou medida desnecessária.

Após ter um filho com a amante, um homem registrou a esposa oficial como mãe da criança por engano e o caso foi parar na Justiça.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pediu que fosse feito um exame de DNA para comprovar a maternidade. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), porém, julgou que essa medida não é necessária.

O caso foi divulgado pelo próprio TJSC nesta terça-feira (8). Atualmente, o filho tem 28 anos. O pai é semi-analfabeto.

O caso ocorreu na Serra catarinense. Como o processo está em segredo de Justiça, não foram informados mais dados sobre os envolvidos.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *