A incrível história da mulher que tem alergia ao próprio marido

Há pessoas que têm alergia a suor, lágrimas e até mesmo ao sol.

Apesar de ser raro, acontece.

Agora imagine alguém ter alergia a outra pessoa.

Pode até parecer engraçado, mas quando pensamos direitinho… é desesperador!

Em Minnesota, Estados Unidos, ma mulher chamada Johanna Watkins tem alergia ao próprio marido, Scott Watkins.

Ou seja, eles nem sequer podem dormir juntos no mesmo quarto.

O Centro de Informação de Doenças Genéticas e Raras dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA explica o fenômeno conhecido por “síndrome de ativação dos mastócitos”.

O subconjunto de células brancas do sangue chamadas “mastócitos” libera erroneamente muitas substâncias químicas.

Uma delas é a histamina, que é inflamatória e o corpo a usa para combater invasores como vírus.

O resultado dessa sobrecarga química são sintomas crônicos envolvendo a pele, o trato gastrointestinal, os sistemas cardíaco, respiratório e neurológico.

Então, neste caso, a pessoa pode sofrer com dor abdominal, cólicas, diarreia, tosse, tontura e problemas neurológicos com “nevoeiro cerebral” e falta de memória.

Perceba que os sinais emitidos pelo corpo são iguais ao de qualquer outra reação alérgica.

Acontece que nosso corpo, quando tem alergia, é hipersensível a substâncias que muitas vezes são inofensivas.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *