9 tratamentos para normalizar os hormônios feminino – sem o uso de nenhuma química

Atenção, se você é mulher! Este texto é especialmente para você.

Fizemos uma pesquisa com plantas que melhoram a saúde feminina.

A pesquisa resultou numa seleção com plantas que vão ajudar as mulheres a:

– diminuir o estresse

– aumentar a energia

– aumentar a excitação

– dormir melhor

– equilibrar hormônios

– aliviar a dor

– combater o envelhecimento precoce

Vale a pena você que é mulher ler este texto.

Os homens também, pois devem repassar para as mãe, irmãs, namoradas e as esposas.

São informações importantes que certamente vão ajudar a quem é mulher a ter uma vida muito mais saudável.

Aí vai a nossa seleção de plantas para as mulheres:

1. CÚRCUMA (AÇAFRÃO)

A cúrcuma ou açafrão-da-terra (Curcuma longa, nome científico) é um tempero que não pode faltar na mesa de ninguém, especialmente as mulheres.

Ela atua como um anti-inflamatório natural, antisséptico, antioxidante e antibacteriana e, por isso, previne e combate inflamações e doenças em todo o aparelho feminino.

2. CHÁ VERDE

Muitos estudos indicam que o chá verde é um forte preventivo de tumores.

As mulheres, portanto, podem se beneficiar do consumo de chá verde para se prevenir de câncer, em especial do câncer de mama.

Outro grande benefício do chá verde para as mulheres é a sua capacidade de ajudar a controlar o peso.

O chá verde ajuda a gordura corporal oxidar mais rapidamente e melhora o metabolismo do corpo.

Ele também atua como um supressor do apetite.

3. GENGIBRE

É uma planta de fama milenar.

Para você ter ideia, o sábio chinês Confúcio, que viveu 2.500 anos atrás e morreu com mais de 70 anos (uma raridade para a época dele), citou o gengibre e alguns de seus maravilhosos benefícios (que Confúcio sabia certamente por uso e intuição, pois não havia pesquisas na época) no livro “Analectos”.

Por que as mulheres devem consumir gengibre com regularidade?

Por várias razões.

Uma delas é que o gengibre é afrodisíaco.

A outra é que o gengibre comprovadamente é eficaz contra enjoo

Então as grávidas devem consumir gengibre quando se sentirem enjoadas.

Para o ginecologista Corintio Mariani Neto, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, “o gengibre é tão eficaz quanto a vitamina B6 (piridoxina) no combate às náuseas e vômitos.

Doses de até 1.000 mg diários de gengibre são eficazes, sem quaisquer resultados negativos para a gravidez, e podem ser usadas sem preocupação”.

As pesquisas mostram que o gengibre age no sistema nervoso central inibindo os receptores da serotonina e exercendo efeitos antieméticos (que inibem o vômito)

O gengibre também pode aliviar a dor.

Um estudo realizado pela Universidade de Miami concluiu que o extrato de gengibre é capaz de reduzir a dor e a rigidez em pacientes com osteoartrite.

4. CIMICIFUGA OU ERVA-DE-SÃO-CRISTÓVÃO

Você nunca ouviu falar desta erva?

Pois é bom procurar saber mais sobre ela, principalmente se você está na menopausa e está sofrendo com o calorão típico desta fase.

A cimicífuga (Cimicífuga racemosa), também conhecida como erva-de-são-Cristóvão, é uma das plantas mais estudadas para tratar os sintomas da menopausa.

A maioria desses estudos mostrou que ela é bastante eficaz na redução dos suores noturnos.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *