7 marcas emocionais da infância que pode prejudicar uma pessoa por toda a vida

As feridas emocionais que aparecem quando somos crianças tendem a ficar para o resto da vida, quando não procuramos ajuda.

Por isso quem tem filho deve se preocupar com a educação que é passada dentro de casa.  A melhor maneira de ensinar, sem dúvida, é por meio do bom exemplo.

É claro que família perfeita não existe, mas existe família saudável e é exatamente isso que devemos proporcionar aos pequenos.

Confira sete traumas que desenvolvemos na infância:

1. Medo de abandono

Isso acontece quando a mão ou o pai não pode ou não quer cuidar da criança. Às vezes, até cria, mas não se preocupa em proteger o filho dos medos e dos verdadeiros perigos.

Muitos pequenos são deixados sozinhos ou aos cuidados de estranhos. Essas crianças crescem com medo de ser abandonadas novamente e com dependência emocional.

2. Violência intrafamiliar

Bater nos filhos é compreendido como algo comum e cultural, a fim de educá-los. O problema é que muita gente não tem controle na hora de dar a correção.

Além disso, a pedagogia se volta completamente contra esse tipo de atitude. Segundo os especialistas, a criança que apanha acredita que pode resolver os problemas na base da agressão.

Isso pode resultar num verdadeiro estrago na fase adulta.

3. Rejeição

Há pais que rejeitam os filhos por diversas razões. A consequência disso pode ser a autoestima baixa em todas as áreas da vida: escolar, amorosa, profissional…

4. Injustiça

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *