6 razões que levam os homens a procurarem uma garota de programa

A prostituição, como a gravidade e a corrupção, parece insistir em existir não importa as opiniões (e reclamações) que as pessoas possam ter sobre ela.

Certo ou errado, o recurso à garotas de programas por parte de homens para satisfação de seus desejos e necessidades de caráter é antigo, relativamente comum.

Muitas vezes, têm outros motivos além do simples ato (afinal, muitos dos homens que buscam a atividade poderiam muito bem conseguir uma relação grátis sem grandes dificuldades).

A seguir, estão listados e discutidos quatro motivos que levam homens a buscar pelas garotas de programas:

1 – Relação íntima sem compromisso e sem vínculos emocionais

Comparado com o trabalho que namorar pode dar: entender as mensagens crípticas da mulher, suportar crises de ciúmes e birras, brigas, investir tempo e energia – possivelmente dinheiro também -, ter que aguentar a família da moça, etc.

Simplificar toda essa complicação, substituindo-a por uma relação comercial pode parecer tentador. Adam Smith, fundador do liberalismo econômico, famosamente escreveu que não é da benevolência do açougueiro, do cervejeiro ou do padeiro que esperamos nosso jantar, mas do cuidado deles por seu próprio interesse.

Bom, devem se perguntar alguns homens, por que não aplicar esse princípio a relação íntima também?

Além disso, o contato só dura enquanto interessa ao homem. Como observa a velha tirada atribuída a várias pessoas, inclusive ao editor de pornografia Larry Flint, “homens não pagam a prostitutas para que venham, pagam para que elas se vão”.

Como mencionado acima, namorar pode exigir um investimento em dinheiro (jantares, presentes, motel, baladas, etc).

Na ponta do lápis, um homem pode chegar à conclusão de que sai mais barato (ou pelo menos a relação custo-benefício é melhor) se o homem pagar pelo prazer diretamente.

Como diz a velha piada, a diferença entre prazer pago e prazer gratuito é que o prazer pago é mais barato.

Certa ou errada, muitos homens adotam essa visão.

3 – O prazer deles é que importa

Como o objetivo do prazer pago é o prazer do cliente – a pessoa que supre o serviço que se vire como puder -, os homens que recorrem a prostitutas não precisam se preocupar em agradar a suas parceiras e nem tem que ouvir avaliações de desempenho e de como podem dar mais prazer à parceira.

4 – Menor risco de rejeição

Segundo Thaddeus Blanchette, professor da UFRJ e pesquisador do Observatório da Prostituição, outra vantagem de recorrer à prostituição, na opinião de alguns homens, é que há menor risco de que sejam rejeitados do que quando abordam outro tipo de mulher e tentam convencê-la a dormir com eles.

A mestre em psicologia Letícia Barreto, que também é doutora em ciências humanas, afirma que as prostitutas são consideradas mulheres mais experientes e com melhor domínio das técnicas de relação íntima e capazes de dar mais prazer ao homem.

6 – Eles temem ser julgados pelas parceiras

Alguns homens gostam de práticas de relação íntima não-ortodoxas e temem ser julgados se se abrirem com o assunto com uma parceira na cama que não seja uma prostituta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *