5 sucos laxantes naturais para tratar a prisão de ventre

Graças às propriedades de seus ingredientes estes sucos favorecem os movimentos do intestino e nos ajudam a combater a prisão de ventre, evitando o acúmulo de toxinas.

A prisão de ventre é um problema digestivo. Ela acontece quando o intestino apresenta alterações em seu funcionamento que impedem que as evacuações sejam realizadas de forma ótima.

Neste artigo, falaremos sobre sucos laxantes que, se ingeridos de forma moderada, contribuem para aliviar este problema.

A constipação é um dos problemas mais comuns na população atual e acredita-se que os casos aumentarão devido aos maus hábitos alimentares.

Seu principal sintoma é a dificuldade para expulsar as fezes, mesmo que também seja acompanhada de gases, inflamação e dor abdominal.

A princípio não se considera um problema grave, mas sempre é necessário corrigi-lo a tempo para evitar que sejam geradas complicações ou problemas crônicos.

Por sorte, nem sempre é preciso usar laxantes sintéticos, já que existem ingredientes de origem natural que ajudam a restabelecer a saúde intestinal.

Não deixe de experimentá-los!

1. Sucos laxantes: aloe vera e maçã verde

As propriedades laxantes do gel de aloe vera combinadas com a fibra da maçã verde são uma solução eficaz contra a prisão de ventre e o inchaço.

Seus nutrientes alimentam a flora microbiana e restabelecem o ritmo do intestino para uma correta eliminação dos resíduos.

Ingredientes

5 colheres de gel de aloe vera (75 g)

1 maçã verde

1/2 pepino

1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

Extraia as colheres de gel de aloe vera e bata-as no liquidificador com a maçã e o pepino picados.

Adicione o copo de água e bata tudo até conseguir um suco homogêneo.

Consuma sem coar, duas vezes por dia.

2. Sucos laxantes: banana e aveia

A fibra dietética que tanto as bananas como a aveia trazem são excelentes apoios para os processos digestivos que se encarregam de remover os resíduos.

Graças às suas propriedades, melhoram o movimento intestinal e evitam a formação excessiva de gases.

Além disso, ambos ingredientes protegem o revestimento estomacal e reduzem o risco de problemas como a gastrite.

Clique na seta amarela abaixo para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *