4 coisas que a mulher grávida não deve fazer durante o trabalho de parto

Independentemente se você vai dar à luz primeiro, segundo ou quinto filho, a hora do parto é sempre um momento que envolve grande ansiedade, expectativa, medos e nervosismo.

Inseguranças no momento da chegada do bebê são normais e, para tentar se focar apenas nas emoções positivas, vale conhecer algumas coisas que você não deve fazer ou se preocupar durante o trabalho de parto.

O que não fazer, de jeito nenhum, durante o trabalho de parto

1. Não se policie demais ou tente reprimir possíveis dores abafando barulhos, choro ou mesmo gritos.

Não há motivos para ter receios ou vergonha de impor toda sua energia, caso sinta que isso ajuda a aliviar desconfortos e facilitará o parto.

2. Não fique preocupada, envergonhada ou com medo de fazer cocô durante o parto. O fato é extremamente natural e médicos e enfermeiros estão acostumados com o processo.

Como o canal vaginal fica paralelo ao canal anal, é comum que qualquer dejeto seja empurrado para fora durante o nascimento do bebê. Saiba ainda que isso não prejudica sua saúde ou a da criança.

3. Não se preocupe com sua depilação íntima durante o parto. Nenhum profissional de saúde vai se importar com a aparência da região quando você for dar à luz e a presença ou não de pelos não fará qualquer diferença no processo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *