3 causas corrimento desconhecidas por você – o que fazer para tratar

Sabe a secreção nas parte intimas? Ela é formada por bactérias mortas e substâncias naturais das parte intimas. Há um detalhe muito peculiar, que é a mudança semanal dessa secreção.

Saber disso é importante, pois nos ajuda a identificar quando as parte intimas não está saudável. É que muitas doenças têm como sintoma o corrimento.

É muito normal, por exemplo, a secreção, em pequena quantidade, no período pós-menstruação. Na fase da ovulação, o corrimento geralmente é como uma clara de ovo, incolor.

E, por fim, antes da próxima menstruação, a mulher vai se deparar com uma secreção mais viscosa. No entanto, quando o líquido passa a ter cores estranhas, amarelo ou verde intenso, cheiro forte, acompanhado de desconforto, é sinal de que alguma coisa está errada.

Se você tive passando por isso, então procure um médico.

A alteração do corrimento não quer dizer que você está com uma doença grave, pois também pode significar a consequência de alguns costumes, como:

1. Antibióticos

O consumo frequente de remédios, como os que combatem sinusite ou infecção, aumenta a predisposição para o corrimento.

É que os antibióticos destroem os lactobacilos da flora vaginal.

Esses lactobacilos são muito importantes, pois fazem parte do grupo de bactérias benéficas à saúde vaginal.

Clique na seta amarela abaixo, após a publicidade, para continuar lendo.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *